Posts com Tag ‘hospital santo amaro’


GREVE PODE PARALISAR OS HOSPITAIS DA BAIXADA SANTISTA 
TRABALHADORES DA SANTA CASA DE SANTOS, SÃO JOSÉ, EM SÃO VICENTE, SANTO AMARO EM GUARUJÁ, AMEAÇAM PARALISAR ATIVIDADES POR MELHORES SALÁRIOS.
 
hospitalsantoamaro
 .

A Santa Casa de Santos, maior hospital da região e um dos maiores do País, mais o Hospital São José de São Vicente e Santo Amaro, no Guarujá, podem ser paralisados por uma greve de seus funcionários, que estão em campanha salarial por melhores salários e condições de trabalho. Os trabalhadores terão assembleia na próxima terça-feira para deliberar sobre a paralisação.

A informação é do sindicalista Paulo Pimentel, PP, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Santos e Região (Sintrasaúde).

O líder sindical diz que o Sindicato dos Hospitais Filantrópicos (Sindhosfil), que representa esses hospitais, sequer analisou as propostas dos trabalhadores, cuja data-base é 1º de outubro. “A entidade patronal nos enviou uma contraproposta, que no mínimo, é vergonhosa, isto para não dizer ridícula e imoral, o que sinaliza que sequer teve o trabalho de olhar as principais reivindicações dos trabalhadores”, diz Pimentel.

O sindicalista enfatiza que todo ano é a mesma coisa. As negociações emperram quando chega a data-base. “A alegação é a mesma: não há dinheiro, o SUS paga pouco pelo atendimento e sempre atrasa os pagamentos e os planos saúde não dão o retorno necessário para suporte de todas as despesas. Eles querem jogar a culpa por más administrações nas costas dos funcionários”.

O presidente do Sintrasaúde cita o exemplo da Santa Casa de Santos, maior hospital da região e um dos maiores do País, com 3.700 funcionários, que se comprometeu em implantar o Plano de Cargos e Salários,(PCS) mas até agora não cumpriu.

“Durante anos tentamos implantar o PCS, mas sempre esbarramos em promessas que não são cumpridas. Agora vem o sindicato patronal oferecer apenas a reposição da inflação. Estamos mobilizando a categoria para, se for preciso, aderir à uma paralisação, isto para demonstrar que estamos unidos e temos dignidade”.

Reivindicações

As principais reivindicações dos empregados são: reajuste de 10%, R$ 172,00 a título de Cesta Básica e Adicional Noturno de 60%. O Sindhosfil contrapropôs reajuste de 6,59% para os salários e Cesta Básica.

A diretoria do Sintrasaúde diz que o reajuste pretendido anteriormente era de 12%. “Abaixamos para 10% a fim de facilitar as negociações. Se não houver contraproposta que atenda a dignidade dos funcionários até o dia da assembleia, vamos paralisar as atividades, pois os trabalhadores saberão dar uma resposta à altura ao sindicato patronal”, conclui Pimentel.

A assembleia ocorre na terça-feira, dia 28, às 19h30, no Sintrasaúde, à Avenida Ana Costa, 70, em Santos.

Fonte: Jornal Diário do Litoral


DR. URBANO BAHAMONDE, EXPLICA AI!
GUARUJÁ, ONDE O PÚBLICO SE MISTURA AO PRIVADO, UMA RÁPIDA VISITA À UPA SÃO JOÃO, MOSTRA O DESCASO COM OS DOCUMENTOS E CENAS INEXPLICÁVEIS COMO O PATRIMÔNIO DO HOSPITAL SANTO AMARO SENDO UTILIZADO NUM PRÓPRIO MUNICIPAL.
 
 
O DESCASO E A DESORGANIZAÇÃO É DESOLADORA, PRINCIPALMENTE COM OS DOCUMENTOS COMO PRONTUÁRIOS.
 
 
COMO DIRIA DON DOMÊNICO: GOVERNO DI MARIA BRITO: “CHI LO SA, NON MI FIDO!”
.

JOVEM É ESPANCADA POR ASSALTANTE E PEDE AJUDA PARA FAZER CIRURGIA EM SÃO PULO.
VÍTIMA AFIRMA TER FORTES DORES E QUE PRECISA TOMAR ANALGÉSICOS DIARIAMENTE. HOSPITAL DE GUARUJÁ DIZ QUE JOVEM ESTÁ NA FILA PARA REALIZAR A CIRURGIA.
 
 

Uma jovem que foi agredida por um homem após ser assaltada em Santos, no litoral de São Paulo, pede ajuda para realizar uma cirurgia. De acordo com ela, o golpe desferido pelo suspeito lhe causou um traumatismo craniano e o Pronto Socorro do Macuco, onde ela foi atendida, a liberou após prestar os primeiros socorros. A jovem afirma que a cirurgia que ela necessita está demorando muito, que tem fortes dores e precisa tomar analgésicos diários. O Hospital Santo Amaro, de Guarujá, esclarece que a paciente está na fila de espera do SUS e que a demora se deve ao fato de haver outras 32 pessoas na sua frente.

O tema desta reportagem foi sugerido por um leitor pela ferramenta de jornalismo colaborativo VC no G1. Você também pode participar enviando sua colaboração. Saiba como.

A balconista de 19 anos, que prefere não se identificar, diz que foi atacada por um homem na noite do dia 9 de setembro. O suspeito deu um soco no rosto dela, que imediatamente desmaiou. Suas roupas ficaram cobertas de sangue. “Eu não lembro direito dos acontecimentos, por conta da pancada na cabeça, mas acordei em um pronto socorro de Santos, que me atendeu muito bem. O médico fez um curativo e me deu alguns remédios, antes de me orientar a procurar uma unidade de saúde próxima da minha casa, em Guarujá, para fazer uma cirurgia na face”, afirma.

De acordo com ela, o nariz permanece quebrado e ela enfrenta dificuldades para respirar. O encaminhamento para realizar o processo cirúrgico teria sido autorizado no dia 17 de setembro, porém, a jovem diz que o médico que a atendeu explicou que não poderia realizar a operação antes de 2015. “Fomos na Ouvidoria do Hospital Santo Amaro, que depois mandou a gente para a Ouvidoria da Saúde, onde pegamos uma cópia do encaminhamento, do pedido para o Santo Amaro, que está autorizado. No entanto, me disseram no hospital que só poderei entrar na lista de cirurgias no ano que vem”, lamenta.

O G1 entrou em contato com o setor de comunicação do Hospital Santo Amaro (HSA), que informou, por meio de nota, que a paciente está na fila do Sistema Único de Saúde (SUS), onde aguarda para fazer uma cirurgia estética no nariz. A administração informa ainda que a documentação é enviada pelo SUS somente após o agendamento. Por essa razão, o HSA não possui registro de consulta, ficha ou prontuário da mesma. O procedimento cirúrgico recomendado é estético, para uma correção de nariz, gerada por um acidente. Não há relação com a fratura sofrida, que já está consolidada.

Ainda segundo a nota, a fila e o prazo de espera devem-se ao acúmulo e ao ritmo do próprio SUS. No momento, estão sendo realizados procedimentos idênticos ao da paciente que foram agendados em abril deste ano. Na frente da jovem, há 32 pessoas aguardando o agendamento da cirurgia.

Fonte: G1 Santos


PACIENTE FICA SEM ANDAR APÓS PARTO NO HOSPITAL SANTO AMARO!
HOSPITAL EXPLICA OS PROCEDIMENTOS, MAS QUEM ACREDITA? MINISTRO DA SAÚDE ARTHUR CHIORO, VAI VENDO, VAI VENDO….
 
..
“O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: FICAR DOENTE EM GUARUJÁ É PREJUDICIAL À SAÚDE!”
.

OPERARAM O JOELHO ERRADO, OS PRONTUÁRIOS DESAPARECEM E O MÉDICO SE ESCONDE DA IMPRENSA!
A JOVEM TATIANE SOMENTE PEDE O DIREITO DE ANDAR, MAIS UMA VITIMA DO HOSPITAL SANTO AMARO, QUE SAIU PELA PORTA DA FRENTE E AGORA MOSTRA AO PAÍS COMO ANDA A SAÚDE DA NOSSA GUARUJÁ…
 
.
…POIS É DR. URBANO BAHAMONDE, UM HOSPITAL SUS, COM O SEU PRESIDENTE DANDO APOIO APENAS À “UM CANDIDATO” À DEPUTADO FEDERAL NA INTERNET!

…E O APOIO A JOVEM TATIANE, À FAMÍLIA DO MENINO AUTISTA QUE O MÉDICO TIROU UM COCHILINHO E A CRIANÇA MORREU. E AS DEZENAS DE CIDADÃOS QUE FORAM VÍTIMAS DO DESCASO E DESPREZO DO HOSPITAL SANTO AMARO. DOUTÔ PROTÓGENES, AJUDA AI PÔ!!!!
.

anaparteira
.
GUARUJÁ NÃO GANHOU UMA NOVA MATERNIDADE, APENAS RECUPEROU OS LEITOS DA MATERNIDADE QUE A BONDOSA PREFEITA DOOU!
por Manoel Antonio Vergara 
.
No dia 28 de Fevereiro de 2009 o querido Michel Tuma Ness (Michelão), realizava o famoso Feijão Amigo no Hotel Jequitimar, homenageando a nova prefeita de Guarujá. Novos ventos sopravam e Michelão mal sabia que ali, naquela data, começaria o pior, imoral e corrupto governo que jamais esta cidade já havia vivido.

O secretário da saúde Dr. Gerônino Villanueva, ex-vereador, ex-presidente da Câmara Municipal por dois mandatos, ex-candidato a prefeito, chega a Maternidade Ana Parteira com uma única ordem, fechar imediatamente a maternidade. Começa a retirada de mães e bebes, muitas pacientes que há poucas horas deram a luz e como se não bastasse, o médico, político, secretário, fecha as portas da maternidade a pontapés!!!!!

O ato documentado em vídeo e disponível na internet (assista aqui), instalava à partir daquele momento o caos na saúde de Guarujá. Muitas explicações do governo, promessas da reabertura da maternidade em 45 dias, desculpas sobre os elevadores, mas é inexplicável como uma professora, mulher e prefeita, ordena fechar um equipamento recém-inaugurado (assista aqui), despejar no meio da noite mães e bebes de um equipamento com tanta importância a mães de Guarujá e Vicente de Carvalho.

Uma vingança política contra o ex-prefeito Farid Madi? Uma maneira de varrer suas realizações, como o fechamento de todas as USAFAS nos bairros? A Prefeita Maria Antonieta de Brito garante que não e após 45 dias inicia as obras para entregar a maternidade a população. Passaram-se cinco anos, foram gastos na reforma do prédio da Maternidade Ana Parteira mais de 1,5 milhões, somente no Hospital Santo Amaro foram gastos oficialmente 3 milhões onde foi deflagrada a Guerra dos Compadres (a construtora não entregava as obras alegando falta de pagamento e o administrador do hospital declara que nada deve, ambos compadres!). Equipamentos novos da antiga Maternidade Ana Parteira desaparecem no Sistema Público de Saúde de Guarujá, a população faz passeatas e quer a reabertura da maternidade, de nada adianta, o plano da prefeita já estava em execução.

No último dia 07/05/2014, cerca de 1.897 dias após o fechamento da Maternidade Ana Parteira em Vicente de Carvalho, o Governador do Estado chega ao Guarujá para inaugurar uma Ala no Hospital Santo Amaro que se chamará Ana Parteira. Para quem acredita que a novela acabou, teremos muitos mais capítulos.

O governador também anuncia um repasse de mais de 12,5 milhões ao HSA, hoje conhecido como o Hospital UIP & Polara. Muitas perguntas rondam meus pensamentos. Uma das principais perguntas é a questão da Corporação UIP & Polara realizarem o projeto do novo Hospital Satélite de Vicente de Carvalho, o nosso Sputnick (velho, reformado e obsoleto). O projeto da Uip & Polara Corp. é transformar o Hospital Santo Amaro num Sírio Libanês, Albert Einstein, empurrando o Sistema Único de Saúde e os pobres para o novo Hospital Satélite, o Sputnick. Como ficará a situação da nova Maternidade Ana Parteira, voltará para Vicente de Carvalho?

Outra questão intrigante é como uma Sociedade Beneficente que recebe tanto dinheiro da Prefeitura de Guarujá e do Governo do Estado, presta tão pouco as contas ao contribuinte. A página de Transparência da Sociedade que administra o Hospital Santo Amaro é uma piada. Muito poucas informações e ninguém nunca saberá por exemplo, quem são as empresas que prestam serviços de Comunicação & Marketing ao Hospital e quanto recebem. Imaginem descobrir quanto custa um Litro de Álcool Gel no Hospital Santo Amaro?

Bem amigos, nada mudará nesta cidade, cada vez mais tenho certeza que o fechamento da Maternidade Ana Parteira e a sua instalação no Hospital Santo Amaro é mais uma ação das máfias que orbitam na administração desta cidade. Especificamente no caso da Maternidade Ana Parteira, tenho certeza que a “Máfia do Jaleco Branco” venceu, o SUS pagará as futuras contas e o contribuinte brasileiro ficou com o prejuízo da briga.
.

DR. PRÓZINHO NÃO FAÇA ISSO! JÁ CHEGA A PREFEITA DE GUARUJÁ NOS ENVERGONHANDO DIARIAMENTE.
E O DEPUTADO FEDERAL AUTO-INTITULADO DO GUARUJÁ, APRONTOU NOVAMENTE!
 
prozinho