SABESP REGISTRA AUMENTO DE FURTOS DE MEDIDORES DE ÁGUA EM GUARUJÁ
DE JANEIRO ATÉ 7 DE AGOSTO FORAM REGISTRADOS 193 FURTOS DE HIDRÔMETROS.
 
GOLPE
 

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) vem registrando nos últimos meses um aumento acentuado no registro de ocorrências relacionadas a vandalismo e furto de cavaletes e equipamentos de medição do consumo de água dos imóveis.

Desde janeiro deste ano até o último dia 7 de agosto, foram furtados na cidade de Guarujá e seu distrito de Vicente de Carvalho 193 hidrômetros. Foram exatos 148 hidrômetros em Guarujá, principalmente nos bairros Parque Enseada, Jardim Três Marias, Cachoeira, Areião e Balneário Cidade Atlântica. Além de 45 no distrito de Vicente de Carvalho, com maior índice entre os bairros Pae Cará, Jardim Santense, Vila Alice e Vila Áurea.

Recentemente, a Companhia divulgou o crescimento de tais infrações na cidade de Santos, onde no período entre maio e junho cerca de 90 casos de vandalismo aconteceram em bairros da zona leste da Cidade. E foi por meio de denúncias anônimas sobre cavaletes de água quebrados na orla santista e ruas próximas, que a Guarda Municipal deteve em flagrante um homem que danificava o equipamento (já reparado pela Sabesp, junto à Secretaria de Serviços Públicos) em frente à Igreja do Embaré, por volta das 11h30 do último dia 1/8. Ele foi detido e conduzido ao 3º Distrito Policial (DP), onde foi registrada a ocorrência de danos ao patrimônio público.

Esses atos, que constituem infrações penais sujeitas à prisão, prejudicam o fornecimento de água com a quebra da tubulação de entrada dos imóveis, além do momentâneo desperdício do líquido.

Como forma de garantir a integridade dos cavaletes e hidrômetros das residências, existe a Unidade de Medição de Água (UMA) da Sabesp, um dispositivo que possui porta de proteção e lacres invioláveis que impedem o acesso de pessoas não autorizadas. Para solicitar a UMA, basta ligar na Central de Atendimento Telefônico Gratuito – 0800 055 0195 – e um técnico irá ao imóvel fazer uma vistoria. A Central atende durante 24 horas, inclusive aos finais de semana e feriados.

E para contribuir com a preservação dos equipamentos públicos, a empresa pede para que a população denuncie este tipo de ocorrência pela sua Central de Atendimento Telefônico Gratuito ou à Polícia Militar pelo Disque-Denúncia 181, possibilitando identificar e coibir os infratores. A denúncia tem sigilo absoluto.

Fonte: Boqueirão News

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s