PREFEITURA DE GUARUJÁ, CONTRATA MAIS UMA EMPREITEIRA COM PROBLEMAS DE PRAZO NAS OBRAS PÚBLICAS!
APÓS A CONTRATAÇÃO DA TETO ENGENHARIA (PÍER DO PEREQUÊ), CONSTRUTORA MATISSE (ESCOLAS PARADAS CIDADE ATLÂNTICA), VEM AI A CASA ALTA CONSTRUÇÕES, ENLOUQUECENDO A PREFEITURA DE SENGÉS (PR).
 
casaaltaconstruções
 .
Atraso em obra e falta de pagamentos preocupa a Prefeitura de Sengés.
 

“O Governo Federal e a Prefeitura trabalham por metas e se estas não estão sendo cumpridas por parte da construtora, os recursos não são liberados”, disse Ferraz responsável pela fiscalização de obras.

Com o início da construção do Centro Municipal de Educação Infantil conquistado pela atual administração através do PAC2 do Governo Federal na Vila São Pedro/Bela Vista, a Prefeitura está repassando os recursos conforme as etapas da construção. Estes recursos são oriundos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e o contrato assinado entre a Prefeitura de Sengés e o Governo Federal é com a empresa curitibana Casa Alta Construções Ltda., através do Processo de Inexibilidade que nada mais é que um termo de compromisso realizado com o FNDE e adesão a Ata de Registro de Preços, Pregão Eletrônico nº94/2012b/FNDE/MEC.

casaaltaconstruções2
.

A obra prevê uma área construída de 1.118,48 m² com a previsão para sua conclusão em junho de 2015, mas atualmente, segundo o engenheiro Roberto Ferraz, responsável pela medição e acompanhamento da obra, apenas 10% da meta esta concluída. “Esta obra já era para estar com mais de 75% realizada, o que infelizmente não aconteceu e a administração municipal possui recursos em caixa, mas não pode liberar por falta das metas a serem cumpridas pela empresa”,disse Roberto Ferraz.

Segundo o engenheiro responsável por fiscalizar a obra, “a atual administração possui mais de R$ 700 mil aguardando as etapas da construção. Até o momento já foram realizados 03 (três) pagamentos, sendo o primeiro no valor de R$ 28.689,80, o segundo R$ 66.335,63 e o terceiro R$ 10.683,15. Estamos aguardando a conclusão de mais uma etapa que geraria o pagamento de R$ 35 mil, mas por enquanto não podemos liberar os recursos devido a falta de documentação por parte da construtora”, disse Ferraz.

“Ficamos sabendo que estão culpando a nossa administração pela falta de pagamento, o que não é verdade, pois a administração só pode repassar os recursos mediante as etapas concluídas e se ela não conclui, o dinheiro fica retido em conta o que não significa que não queremos ou não podemos pagar. A Lei nos obriga a segurar o dinheiro e aguardar as etapas serem concluídas. O nosso contrato é somente com a construtora Casa Alta e somos obrigados a prestar contas através do SIMEC- site do Governo Federal que controla todos os recursos para esta obra e que, portanto, mostra mais uma vez que a Prefeitura esta cumprindo o contrato”, disse a prefeita Elietti Jorge que acrescentou, “a nossa população e principalmente os pais e suas crianças não podem ser prejudicados por uma questão técnica desta empresa. A nossa administração esta atenta para resolver este problema e para que não aconteçam mais atrasos nesta obra tão importante”, concluiu a prefeita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s