GREVE PODE PARALISAR OS HOSPITAIS DA BAIXADA SANTISTA 
TRABALHADORES DA SANTA CASA DE SANTOS, SÃO JOSÉ, EM SÃO VICENTE, SANTO AMARO EM GUARUJÁ, AMEAÇAM PARALISAR ATIVIDADES POR MELHORES SALÁRIOS.
 
hospitalsantoamaro
 .

A Santa Casa de Santos, maior hospital da região e um dos maiores do País, mais o Hospital São José de São Vicente e Santo Amaro, no Guarujá, podem ser paralisados por uma greve de seus funcionários, que estão em campanha salarial por melhores salários e condições de trabalho. Os trabalhadores terão assembleia na próxima terça-feira para deliberar sobre a paralisação.

A informação é do sindicalista Paulo Pimentel, PP, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Santos e Região (Sintrasaúde).

O líder sindical diz que o Sindicato dos Hospitais Filantrópicos (Sindhosfil), que representa esses hospitais, sequer analisou as propostas dos trabalhadores, cuja data-base é 1º de outubro. “A entidade patronal nos enviou uma contraproposta, que no mínimo, é vergonhosa, isto para não dizer ridícula e imoral, o que sinaliza que sequer teve o trabalho de olhar as principais reivindicações dos trabalhadores”, diz Pimentel.

O sindicalista enfatiza que todo ano é a mesma coisa. As negociações emperram quando chega a data-base. “A alegação é a mesma: não há dinheiro, o SUS paga pouco pelo atendimento e sempre atrasa os pagamentos e os planos saúde não dão o retorno necessário para suporte de todas as despesas. Eles querem jogar a culpa por más administrações nas costas dos funcionários”.

O presidente do Sintrasaúde cita o exemplo da Santa Casa de Santos, maior hospital da região e um dos maiores do País, com 3.700 funcionários, que se comprometeu em implantar o Plano de Cargos e Salários,(PCS) mas até agora não cumpriu.

“Durante anos tentamos implantar o PCS, mas sempre esbarramos em promessas que não são cumpridas. Agora vem o sindicato patronal oferecer apenas a reposição da inflação. Estamos mobilizando a categoria para, se for preciso, aderir à uma paralisação, isto para demonstrar que estamos unidos e temos dignidade”.

Reivindicações

As principais reivindicações dos empregados são: reajuste de 10%, R$ 172,00 a título de Cesta Básica e Adicional Noturno de 60%. O Sindhosfil contrapropôs reajuste de 6,59% para os salários e Cesta Básica.

A diretoria do Sintrasaúde diz que o reajuste pretendido anteriormente era de 12%. “Abaixamos para 10% a fim de facilitar as negociações. Se não houver contraproposta que atenda a dignidade dos funcionários até o dia da assembleia, vamos paralisar as atividades, pois os trabalhadores saberão dar uma resposta à altura ao sindicato patronal”, conclui Pimentel.

A assembleia ocorre na terça-feira, dia 28, às 19h30, no Sintrasaúde, à Avenida Ana Costa, 70, em Santos.

Fonte: Jornal Diário do Litoral

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s