MORADOR GRAVA VÍDEO MOSTRANDO A FALTA DE ATENDIMENTO MÉDICO EM GUARUJÁ
MORADOR FOI A TRÊS UNIDADES DE ATENDIMENTO E NÃO CONSEGUIU CONSULTA. PREFEITURA AFIRMA QUE EXONERAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAUSOU PROBLEMA.
 
.

Um morador de Guarujá, no litoral de São Paulo, registrou a falta de médicos na Unidade de Pronto Atendimento da Rodoviária (UPA) da cidade. O caso aconteceu no último domingo (2) e deixou o internauta Erich Henrique Cruz de Oliveira indignado. Ele utilizou a plataforma VC no G1 para enviar imagens sobre o caso.

Segundo Erich, ele acordou no último domingo com muita dificuldade para respirar e começou sua “saga” por um atendimento médico. “Quando consegui respirar, fui a UPA da Enseada.

Não tinha médico. Depois fui na UPA da Rodoviária e tinha uma médica de plantão só para emergências.

Não atendia a população. Fui na sala de médico e não tinha ninguém. Saí de lá sem ser atendido. Até briguei com a atendente. Cheguei em casa, fiz uma inalação para conseguir respirar, voltei a noite e consegui ser atendido”, explica.

Nota da redação:  Em respeito ao morador, a Secretaria de Saúde de Guarujá informa que um médico atende a população normalmente nas UPAs da Enseda e do Perequê. Já no PAM Rodoviária, por conta do recente pedido de exoneração de três médicos, o local estava sem profissional. Porém, o serviço de acolhimento foi realizado normalmente pelas enfermeiras, que faziam a triagem de emergência e encaminhavam os casos mais urgentes para a UPA de Vicente de carvalho, onde o atendimento foi centralizado.

Fonte: G1

comentários
  1. Para não ser injusto , hj passei na poli clinica do horto em santos , fui atendido por medico boliviano muichas gracias.. , mas aqui eis em fevereiro .. cade os mas medicos do partido que tem a vice presidencia da republica federativa DO GUARUJÁ/SP ADM; PMG ..

  2. Notícias do Senado
    Construções inacabadas de hospitais, desperdício com remédios vencidos, caros equipamentos para diagnóstico comprados (mas sem uso), surtos descontrolados de doenças transmissíveis, desvio de recursos, fraudes. Essas e diversas outras irregularidades na gestão da saúde pública que se veem diariamente nas páginas dos jornais poderão ser enfrentadas por um novo instrumento legal. Um Projeto de Lei do Senado regulamenta a chamada responsabilidade sanitária dos gestores do Sistema Único de Saúde (SUS). Saiba mais: http://goo.gl/DAFhIY.

    CurtirCurtir · · Compartilhar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s