MINISTRO DA PESCA HELDER BARBALHO (PMDB) É ACUSADO DE DESVIAR DINHEIRO DO SUS.

Publicado: 22/01/2015 em Esporte, Governo, Guarujá, Humor, inconfidencia, inconfidentes, manoel antonio vergara, Notícias, Política
Tags:, , , , , , , ,

DESCULPEM A PERGUNTA, MAS ESSE TAL DE PMDB É UM PARTIDO POLÍTICO OU UM AGLOMERADO DE GATUNOS DO DINHEIRO PÚBLICO DO PAÍS?
NOVO MINISTRO DA PESCA  HELDER BARBALHO (PMDB) É ACUSADO DE DESVIAR DINHEIRO DO SUS. HELDER BARBALHO É O SEXTO MINISTRO DA PESCA EM QUASE SEIS ANOS DE EXISTÊNCIA DA PASTA.
 
 

O novo ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho (PMDB), tomou posse nesta quinta-feira, 1. O paraense substitui Eduardo Lopes (PRB), que estava no comando da pasta desde o começo de 2014 como “tampão” no lugar do senador Marcelo Crivella (PRB).

Barbalho é o sexto ministro da Pesca. A pasta criada em junho de 2009 pelo ex-presidente Lula mantém a média de um mandatário por ano desde a sua existência. O que mais permaneceu no cargo foi Crivella: dois anos. No entanto, para concorrer ao Governo do Rio de Janeiro, o político religioso teve que abrir mão da Esplanada em março passado.

Detalhe: Barbalho será o ministro mais novo da pasta e de todos os Ministérios, apenas 35 anos. Filho do ex-governador do Pará, Jader Barbalho, ele tem uma intensa carreira política. Já foi eleito vereador, prefeito de Ananindeua (PA), deputado estadual e no último pleito concorreu ao Governo do Pará, mas acabou derrotado.

Antes de Barbalho, os ministros da Pesca foram nesta ordem: Altemir Gregolim, Ideli Salvatti e Luiz Sérgio, todos do PT; Marcelo Crivella e Eduardo Lopes do PRB; e agora o peemedebista Helder Barbalho.

Improbidade administrativa

Segundo o jornal paraense O LIBERAL, Helder Barbalho responde por três processos na Justiça, além de uma condenação recente.

O processo de maior destaque é do tempo em que foi prefeito de Ananindeua. Barbalho é acusado de improbidade administrativa. O ex-prefeito estaria envolvido no desvio de cerca de R$ 2,78 milhões do Sistema Único de Saúde (SUS) utilizando contratos irregulares com empresas “fantasmas” entre 2005 e 2012.

Recentemente o jovem político e sua mãe, Elcione Therezinha Zahluth, foram condenados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por propaganda eleitoral antecipada, praticada por meio de encontros públicos intitulados “Queremos ouvir o Pará” nas cidades de Benevides e Barcarena. O candidato e seu partido foram condenados a pagar R$ 5 mil de multa cada.

Além da condenação pela propaganda, Barbalho teria tentado censurar o radialista Raimundo Nonato, do programa “Mix Atualidades”. A ação de Helder Barbalho tentava proibir o radialista de dar qualquer notícia sobre o ex-prefeito. A justiça, contudo, suspendeu a ação que previa multa de R$ 300 mil por programa em que Barbalho fosse citado.

Fonte: Site Movimento Ficha Limpa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s