FUNCIONÁRIOS DO SANTO AMARO RECEBEM SALÁRIOS COM 5 DIAS DE ATRASO.
“DESDE OUTUBRO ELES NÃO PAGAM O DISSÍDIO E, AGORA, O SALÁRIO’’, DISSE FUNCIONÁRIA QUE NÃO QUIS SER IDENTIFICADA.
.

 

Após cinco dias sem salários, os cerca de 1.500 funcionários do Hospital Santo Amaro (HSA) receberam nesta quarta-feira (11) o valor referente ao mês de fevereiro. Segundo os profissionais, a falta de pagamentos, inclusive do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), é recorrente.
.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sintrasaúde), Paulo Pimentel, informou que o problema não tem relação com a instituição e nem com a Prefeitura de Guarujá, mas com o Governo Federal que altera as datas do repasse sem que ninguém seja avisado.
.
Uma funcionária que não quis ser identificada disse que a categoria teve direito ao reajuste salarial adquirido, mas que nem isso tem sido pago à categoria. “Desde outubro eles não pagam o dissídio e, agora, o salário”.
.
Quanto a isso, Pimentel informou que o sindicato adotará uma nova medida, pois os funcionários não podem ser responsabilizados por uma “falha do Governo”. “Critico e vou continuar criticando. Eles mudam as datas de repasse conforme o interesse deles, não pensam nos funcionários, que têm contas e prestações, que pagam  juros. Vamos começar a cobrar das empresas esses atrasos e  eles que cobrem do Governo”.
 
Médicos
.
Os médicos do hospital também ficaram sem receber os salários e como protesto diminuíram o número de atendimentos. Outro funcionário, que não quis ser identificado informou que os ginecologistas obstetras atendiam somente mulheres em trabalho de parto, enquanto muitos clínicos gerais não compareceram aos postos de trabalho.
.
O presidente do Sindicato dos Médicos, Álvaro Norberto, disse ter informações apenas dos profissionais que atuam na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), que estão sem o 13º salário. “Já entramos em contato com hospital para que tomem as devidas providências e verificaremos as outras denúncias”.
 
Respostas
.
O diretor-presidente do Santo Amaro,  Urbano Bahamonde Manso, confirmou o recebimento do repasse do Governo Federal e pagamento dos profissionais. Entretanto, disse que a instituição ainda passa por dificuldades financeiras. “Apesar de todos os nossos esforços a fim de equilibrar as finanças, o hospital ainda persiste com o abismo entre custos da unidade e as receitas que conseguimos incrementar. Precisamos de ajuda urgente de todos os níveis de governo para que possamos continuar atendendo satisfatoriamente os usuários do SUS”.
.
Quanto ao depósito do FGTS, ele diz que “esse é um problema crônico que afeta o HSA há muitos anos, mas estamos prestes a solucionar. Mantivemos contatos com a Caixa Econômica Federal, visando o parcelamento da dívida acumulada”.
.
Em nota, a Secretaria de Saúde de Guarujá esclarece que o Município possui um contrato anual com HSA de compra de serviços, que são pagos com recursos do Fundo Municipal de Saúde – repasses federais – e do Tesouro Municipal. “O repasse da verba vinculada depende da disponibilização pelo Ministério. É importante lembrar que o hospital é quem administra seus recursos humanos”.
.
Fonte: A Tribuna On-Line 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s